Desconheço quem na vida não sofre por dizer o que pensa, e fazer o que gosta... Claro que te darão as costas, por que o mais comôdo e aceitável, é permanecer dentro da ciranda deles, dentro daquilo que eles rotularam, e aí de quem não andar na linha do "trem" deles!

Rosângela Cunha

16 de mai de 2010

Viver, viver e VIVER!


Todo mundo acorda em certos dias sem vontade de levantar da cama, é como se nos faltasse coragem de encarar o dia que acabara de amanhecer, é como se estivessemos cercados por uma certa desilusão... Mas é aí nesse momento que devemos saltar da cama para irmos a luta, inventar, e ao mesmo tempo acreditar num novo sonho, alimentar com doçura a nossa esperança, mesmo que ela nos pareça "desesperançosa". Vale tudo nessa hora, menos chorar por muito tempo, para que o tempo não possa parecer perdido. Existe sempre alguma coisa nos esperando. Umas se realizam, outras não... Mas não importa. O que importa mesmo é levantar todos os dias para a vida, pois um dia só vamos sentir falta daquilo que a gente não VIVER. Para não morrermos de saudade da vida, o melhor remédio é vivê-la com toda intensidade possível, até a sua última gotinha.


Rosângela Cunha




.

4 comentários:

  1. Minha linda!!!
    Pois me deu um chá de ânimo!Vou é me levantar de minha cama AGORA, fazer uma boa caminhada, um pouco de ginástica e ir para piscina tomar um pouco de sol!!!!!

    YES!!VIVA A VIDA!
    beijos e lindo domingo!!

    Bia

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito o seu texto, mas ainda encontro dificuldade em levantar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nós temos tanta facilidade em esquecer que a vida é um presente e uma preciosidade, não?! É um absurdo isso!
    Apoio total o que você disse.
    E essa visão otimista é que faz com que tenhamos mais amor e bondade em nossos dias.

    Beijos querida,
    :*

    ResponderExcluir
  4. tomo a liberdade de perceber este texto como um conselho...

    abraço

    ResponderExcluir

Só conheço uma liberdade,
e essa é a liberdade
do pensamento.

Antoine de Saint-Exupéry